domingo, 1 de abril de 2012

Cerebrum talvez ajude

Na sua primeira página de hoje, o Açoriano Oriental pergunta se conseguimos imaginar o mundo sem Facebook. De facto, é uma pergunta cuja resposta será extremamente difícil para todos aqueles que não se lembram de como era o mundo há 2 ou 3 anos atrás.

Sem comentários: