quarta-feira, 15 de abril de 2009

Argumento irrefutável

Um apoiante da candidatura de Costa Martins à Câmara do Comércio apresentou uma providência cautelar que foi aceite e que impede a tomada de posse de Mário Fortuna. Parece que a dita providência argumentava que o candidato vencedor não aparece o número de vezes necessário na impressa do social indígena, para ser presidente daquela instituição.

8 comentários:

Anónimo disse...

Nada disso!
É tudo uma questão de altura ou falta dela. Mais de 50 cm de altura e não pode concorrer à liderança da Câmara de Comércio.

Maninha disse...

olha que a diferença não é mt significativa. são os 2 pequeninos LOL

Anónimo disse...

Estava a referir-me à altura do corpo em geral e não a um orgão em particular, cara Maninha.

Meteorologista amador disse...

Caro anónimo, são fidedignas as suas informações relativas a "órgãos em particular"? Qual é a sua fonte?

Anónimo disse...

Pergunte às fontes da Maninha, ela é quem diz ambos serem pequeninos.

Meteorologista amador disse...

Parece-me que o caro anónimo anda a fugir com o seu traseiro à seringa, pois foi V. Exa. que mencionou "órgãos em particular". Desta forma, reformulo-lhe a pergunta: Que conhecimento tem desses órgãos, para dizer que o "pequeninos" da Maninha só se poderia estar a referir aos mesmos?

Maninha disse...

q paranóia a vossa. então tenho de saber tudo o q se refere aos órgãos particulares das pessoas?sou uma mulher de bom gosto. não me interessam os "pormenores" dos senhores em causa :))

Anónimo disse...

O meteorologista é ardiloso mas comigo não. Eu cá nunca fui na conversa do mar de pequena vaga a cavado nem no vento fraco a bonançoso.