quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Cenas da vida quotidiana - Olha o passarinho

10 e tal da manhã, Avenida E (aka D. João III), Ponta Delgada. Enorme aparato policial. Maior densidade de carros e agentes por metro quadrado do que numa esquadra e arredores. Os carros circulam à velocidade do costume e estacionam em segunda fila como sempre. Então o que havia de especial? Um cameraman da RTP-A. Moral da história: se não quisermos ser parados numa operação stop, mandamos um cameraman seguir à frente do nosso carro. Enquanto os agentes se aprumam para a câmara, não têm tempo para nos mandarem parar.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

À atenção de quem superintende essa coisa dos provérbios

Levantar cedo depois de uns quantos dias a levantar tarde não dá saúde, nem tão pouco faz crescer.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

E ainda não bebi nada

Uma pessoa quer escrever o seu nome num postal de Natal usando uma caligrafia mais artística e depois apercebe-se de que deu um erro de ortografia no próprio nome.

Vamos mostrar como fazemos o bem... fazendo o mal

Uma empresa gráfica cá da terra mandou imprimir 1000 exemplares, de 50 páginas cada, do seu Relatório de Desempenho Ambiental. Ou muito me engano ou o relatório apresentaria melhores resultados caso esta empresa se tivesse limitado a apresentá-lo em PDF no seu site.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Visitar sites governamentais prejudica gravemente a saúde do seu computador

Faz-se uma pesquisa no Google por algo que não tem nada a ver, e é-nos apresentado nos resultados o site da Direcção Regional da Juventude. Clica-se no link por mera curiosidade e o próprio Google avisa-nos do perigo que tal site constituiu para o nosso computador:


Tenham medo, muito medo dos sites do Governo Regional.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Borboletas no jornal

Fui buscar uma imagem a um site, para fazer uma fotomontagem. Por lá encontrei algo que acabou por dar origem a uma crónica no AO. Vista à luz desde episódio, aquela teoria de uma borboleta bater as asas e provocar um tufão no outro lado do mundo ganha toda uma nova sustentação.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Tenho ali um cantinho reservado para vós

Anda por aí em alguns sites de notícias uma publicidade de uma qualquer empresa que empresta dinheiro a quem já esteja completamente atascado em empréstimos. Agora atentem bem nas referências que são feitas no anúncio e digam-me se não seria muito mais lógico e rentável* pagarem-me a mim para colocar esta publicidade por aqui do que andarem a gastar dinheiro noutros sites?


*Pelo menos, seria mais rentável para mim.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Prémios

As Portas do Mar receberam o prémio de terceiro melhor porto europeu de 2008. Julgo que também vão receber em breve o prémio relativo ao maior número de cafés, restaurantes, bares e similares por metro quadrado às moscas em período de Inverno.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Desaparecimentos naturais

O actual presidente da Câmara da Povoação queixa-se de que o anterior encomendou projectos que não serviram para nada, ficando a edilidade com uma dívida de um milhão de euros. Francisco Álvares lamenta a gravidade da situação e o facto de ninguém ser responsável pela mesma. Para tentar dar a volta a este cenário, recomendo ao autarca que convide o seu antecessor, para uma reunião perto da ribeira que atravessa a vila, e que peça aos bombeiros para se dirigirem para lá com um auto-tanque e para brindarem o dito antecessor com um jacto de água, fazendo-o desaparecer naturalmente ribeira abaixo. Quando alguém perguntar pelo desaparecido, basta dizer que foi levado por algo de perfeitamente banal na Povoação, uma qualquer cheia.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Como garantir uma má disposição

O jantar não me caiu muito bem e eu estava sem saber porquê. Depois lembrei-me que hoje, à hora do jantar, em vez do Telejornal, a RTP-A passava uma interminável sessão do parlamento regional, onde o mais interessante foi a discussão para se saber se era ou não necessário votar o programa do governo. Acabou por se votar... contra a votação.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Cenas da vida quotidiana - A sequência lógica das perguntas

Liga-me uma menina do Maxmat e pergunta se recebi o último folheto da loja. Digo que sim, mas que estava muito desgostoso, pois a primeira página tinha um rasgão que não me permitia ver o preço da máquina de pressão de água que pensava adquirir, para dar banho à minha colónia de pulgas. Não sei se o raciocínio dela foi afectado por eu ter falado em pulgas, mas a seguir a menina perguntou-me se tenho na minha caixa de correio um aviso a dizer para não colocar lá publicidade. Respondi-lhe que não, mas que tenho lá perto um aviso a dizer que se tenha cuidado com o cão.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Boa acção do dia

Assim de repente, penso que hoje é um belo dia para alguém ter uma boa acção para com o senhor inventor das constipações, gripes e derivados. Citando o The Onion, bem que alguém podia localizar esse senhor e depois presenteá-lo com uns disparos, bastonadas, esfaqueamentos, bombardeamentos, estrangulamentos, empalações, electrocussões e injecções letais. Mas tudo de uma forma acidental, porque eu sou contra a violência premeditada.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Cenas da vida quotidiana - Multilinguísmo

Numa loja desta terra supostamente virada para o turismo, mas que não abre aos fins-de-semana e feriados, encontramos a seguinte informação no horário:

De segunda a sexta

Open 9:00
Close 17:00

Não há nada como a satisfação of a job half done.