domingo, 29 de junho de 2008

Campeonato de Operadores de Retroescavadoras

Decorreu este fim de semana pela Ribeira Grande o primeiro Campeonato de Operadores de Retroescavadoras. O vencedor foi o concorrente que conseguiu abrir, mais rapidamente, o maior buraco no orçamento de uma obra.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Cerebrum

Pelo Telejornal da RTP-A, ouço alguém que parece perceber da poda a referir-se ao que os estudantes andam a tomar em época de exames:
procuram produtos (...) que vão ajudar a nível cerebral a estimular a circulação, a oxigenar e, portanto, que lhes dêem um desempenho melhor da sua função cerebral (vídeo)

Quando ouviu a notícia, a Secretaria Regional da Educação mandou colocar brigadas de controlo anti-doping à porta das salas.

terça-feira, 24 de junho de 2008

Será que também me tratam da primeira comunhão?

Vai uma pessoa a um serviço público qualquer e apanha com isto numa declaração:
Fulano de tal, casado, residente em...

Ora, esse fulano de tal até que sou eu, mas agora a parte de casado está-me a escapar. É que eu não me lembro… Quem será a infeliz contemplada (espero ao menos que seja uma ela)? Será que ela tem bigode?

sábado, 21 de junho de 2008

Objectivamente partido

Algures por aqui falei da criação de um novo partido político e da importância capital que tal tem na decoração das cozinhas. Agora, vieram-me parar às mãos três folhas de papel reciclado, de tamanho A4 e agrafadas, onde o Partido da Defesa do Povo enuncia os seus principais objectivos. Lá pelo meio, aparecem, de seguida, estes três desideratos:
Reforma do sistema policial com implementação obrigatória de aulas de artes marciais de defesa pessoal e protecção do povo em ordem à prevenção e liberdade efectiva dos cidadãos e dissuasão da criminalidade, devolvendo-lhe a autoridade e confiança.

Ora, se todos tiverem aulas de defesa pessoal, os fisicamente mais capazes não continuarão a se superiorizar numa escaramuça com os mais fracos? Se calhar, as resposta está no ponto seguinte:
Possibilidade de criação de polícia privada.

Parece-me muito bem, agora não só posso verificar se os meus conhecimentos de artes marciais continuam actualizados (desculpe se lhe parti demasiados ossos) , como ainda posso recorrer ao meu próprio
gang, perdão, corpo policial. Fica tudo dentro da lei, mas qual o papel da PSP no meio disto tudo?
Reforma do Sistema de Saúde da PSP.

De facto, com tanta arte marcial e polícia privada, convém reforçar os serviços de saúde da PSP, pois os agentes passarão lá a vida.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Poupança

Antigamente, os políticos mandavam vir artistas de fora, para abrilhantar as inaugurações. Actualmente, como os tempos estão difíceis, os próprios fazem as vezes de artistas, até porque, se há coisa que eles sabem, é dar-nos música.

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Pergunta retórica

Como se sabe quando estamos perante uma pergunta retórica? Quando a mesma é feita por um dentista ao mesmo tempo que nos enfia uma série de instrumentos boca adentro.

terça-feira, 17 de junho de 2008

Era gasolina com exofre sff

Anda por aí uma grande polémica sobre a construção de uma bomba de gasolina, nas Furnas, num terreno onde existem fumarolas. Muita gente devidamente abalizada já veio alertar para os perigos da coisa, mas deixemo-los em paz e ouçamos quem realmente interessa, no caso, os adeptos do tuning que já mandaram fazer um autocolante: "Eu também faço tunnnnning na gasolina, abasteço nas Furnas!"

domingo, 15 de junho de 2008

Remexendo no baú

O mês de Outubro de 2002 viu nascer um número extraordinário desse potentado da informação que não é a Revista Açores. Esta Açores Extra reportava-se ao último trimestre daquele ano, demonstrando algumas passagens da mesma todo o potencial humorístico da tradução automática quando aplicada a este tipo de textos. Ora vejamos (clicar nas imagens, para ampliar):






E, para terminar, la pièce de résistance:


Posfácio - Na nota de abertura, o director da revista afirma:
O número dois, sempre mais difícil do que o primeiro, (...) porque tivemos, agora, a vontade de corrigir alguns erros.

Infelizmente, não tive acesso ao primeiro número.

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Monopólio

O AO de hoje traz para a manchete uma notícia sobre o desempenho de um empreendedor micaelense pela freguesia da Maia:
Usando um pé de cabra e acompanhado de um cão Rottweiler, arrombou de madrugada duas casas, à procura da sua antiga namorada. Moradores fugiram para o telhado. Detido pela PSP, ficou em prisão preventiva.

Julgo que a Autoridade da Concorrência devia dar parecer negativo à prisão preventiva, pois é uma medida que visa claramente afastar este indivíduo do mercado, contribuindo para o monopólio dos detectives particulares no ramo da localização de determinadas pessoas.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Cenas da vida quotidiana - pontuação

Creio que ele nem procurava uma mente brilhante. E também creio que ela até era rapariga para se esforçar. Mas um dia ela mostra-lhe uma mensagem no telemóvel: "Se quiseres, aparece..." De seguida, pergunta-lhe "O que querem dizer aqueles três pontinhos no fim?"

E lá se vão mais uns pedaços de erudição ouvidos por este mundo.

terça-feira, 10 de junho de 2008

Flight simulator

Veio-me parar às mãos um artefacto publicitário que dá pelo nome de f@stflyer e cujo slogan é "publicidade sem turbulência". Apesar de ser uma página A4 impressa pelos dois lados e dobrada a meio, aquilo é coisa para ter direcção, consultadoria, design, contactos e e-mail. Também é coisa para dizer onde está e, sobretudo, para saber que 35% das pessoas guardaram o n.º zero. Conjugando as certezas sobre esta percentagem com o slogan, recomendo que passem a distribuir este flyer aos passageiros antes do embarque, sempre que o vidente 35% não vislumbre turbulência no Oráculo de Bellini daquele voo.

sábado, 7 de junho de 2008

Deslealdade

O governo regional acaba de patrocinar o lançamento de um novo portal sobre sexualidade. Para além da informação que já se encontra por lá, os visitantes podem ainda colocar questões. Quando soube da notícia, a Revista Maria anunciou que vai processar o governo regional por concorrência desleal.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

6 de Junho Europeu

Ele continuava a ser o maior dos independentistas açorianos. Para o provar, colocou uma bandeira portuguesa na varanda.

Nota de culpa - Assumo que, pela primeira vez, o Correio dos Açores serve de inspiração a um post, onde não se tece nenhuma crítica construtiva ao dito jornal.

Racismo

Conheço quem vá buscar a cadela da vizinha, trazendo-a até sua casa, para gáudio do seu cão. Para os mais curiosos, os dois canídeos são colocados em trela e mantidos a uma distância segura um do outro, pois a carne é fraca. No outro dia, ao deslocar-se à casa da vizinha (nada de confusões com a mítica garagem da vizinha), essa pessoa encontrou um familiar da dita que, por acaso, é negro e que lhe perguntou: "Vens buscar a preta?"

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Corisca

Uma certa aprendiz da nobre arte meteorológica (não sei se na vertente amadora ou profissional) é donzela para apanhar desprevenido mesmo quem já viu uma anaconda a comandar uma fragata da força aérea. (E creio que também é bem capaz de tirar o lugar a Patrícia Navarro e a outras pessoas cuja capacidade de previsão faz concorrência à das bruxas e profissionais similares.) Procurava, então, a minha pessoa os vocábulos que melhor plasmassem tudo o que representa um certo grupo diletante que pulula por estas bandas geográficas, quando a tal aprendiz me desautoriza e tem o desplante de ter uma casual epifania que etiqueta toda esta gente como intelligentsia corisca.

PS - A coisa era para ter saído originalmente em Português, mas estava a ver se a Dr.ª Bertinha me contrata para traduzir umas coisinhas sem grandes asneiras, daí a opção pela segunda língua de George W. Bush. Acho que a fidelidade desta minha amostra é inquestionável, sobretudo no que diz respeito ao tom dos dois textos.

The sun also rises at night

The revered art of meteorology has attracted to its ranks the most diverse and unsuspected people. João José Fernandes, Pedro Mata and Patrícia Navarro are just a few cases where a handful of droplets of rain have germinated an uncanny ability to wildly predict the elements. I am led to suppose that a witch would be more accurate. And I am not alone in my believe. The immensely talented and disconcertingly witty commentator, who has feasted in this blog over the last few days, certainly agrees with me. “aprendiz de meteorologista,” the upbeat nickname behind which she hides, is just the façade covering a much greater creative world – a world where the veil concealing some precious gems is withdrawn when you least expect. Sensing my imminent failure in the struggle for words of some sort that could effectively describe a pseudo-many things group of people, she needed not to quarrel with her mind, despite the nightly hours, to utter a simple yet all-encompassing label: intelligentsia corisca.

terça-feira, 3 de junho de 2008

Ao deitar tarde e tarde erguer, uma consulta você vai ter

Os utentes do Centro de Saúde da Lagoa queixam-se, porque têm de se levantar às 4 da manhã, para conseguir marcar uma consulta. O Secretário dos Assuntos Sociais já prometeu uma solução para o problema, garantindo que vai ser estabelecido um protocolo com as discotecas do concelho, ao abrigo do qual tais estabelecimentos passam a disponibilizar programas para a terceira idade, permitindo aos idosos sair de lá directamente para o centro de saúde, deixando assim de ter que acordar cedo.

domingo, 1 de junho de 2008

Cenas da vida quotidiana - educação infantil

Depois de uns anos desterrada por terras do chamado estrangeiro, regressou recentemente à ilha pátria uma personalidade cuja vasta erudição se revela, sobretudo, nos momentos em que profere impropérios. Mesmo sem que alguém a tenha ensinado, esta mãe de família é capaz de fazer com que, por mais breves que sejam os instantes com ela compartilhados, estes atinjam níveis de excelência.

Prefere, então, ela vociferar “vá p’à vagina da tua avó” no lugar do mais comum “vá p’à vagina da tua mãe”, o que só pode ser fruto do seu estatuto de filha adoptiva. Nestes casos, ensina-nos a psicologia familiar que “avó” tem um poder argumentativo que a figura maternal jamais conseguiria replicar. Interessante é que ela também recorre à paradigmática “vagina da avó” quando ensina boas maneiras aos filhos, o que levanta toda uma série de problemas genealógicos. A que avó se refere ela? À sua progenitora de facto ou à adoptiva?

Achei que era pedagógico recordar estes episódios, que os meus sentidos tiveram a infelicidade de sorver, no dia mundial que hoje se comemora e que é dedicado aos seres que podem ser vítimas de pedófilia.