sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Respostas

Houve por aí alguém que se rege pelas variáveis da Alegria e da Tristeza que resolveu discorrer sobre perguntas. Ela deixou-as por ali e respondo-as por aqui:

Se decidisse fazer algo e os seus amigos o aconselhassem vivamente a não o fazer, conseguiria fazê-lo na mesma?
Julgo que não, porque depois de eu dizer que ia empalar esse amigo, é provável que ele passasse a ter protecção policial e eu fosse preso (nota: o autor do livro é meu amigo).

Gostaria de passar um mês sozinho num paraíso natural?
Pessoas como eu estão proibidas de se aproximarem de paraísos naturais pelo Protocolo de Quioto.

Estaria disposto a ir até um matadouro e matar uma vaca?
Mas porquê o matadouro? Eu só primitivo e esquartejo a vaca mesmo ali no pasto.

Come carne?
Sim, mas só se for crua, logo após a matança.

Consegue fazer xixi em frente de outra pessoa?
Xixi não, mas cocó sim.

Costuma cuspir ou meter o dedo no nariz em público?
Cuspir não, só mandar clames. Meter apenas o dedo no nariz é para meninos. Eu meto o dedo no nariz e depois como os macacos.

Considerando que a recuperação seria instantânea, estaria disposto a ficar um ano inteiro paralisado do pescoço para baixo para evitar a extinção da baleia azul?
Eu estaria disposto a ficar nesta situação se me dessem um bote baleeiro ultra moderno, para eu ir caçar as últimas baleias azuis. Quer dizer, acho que não vale a pena eu me sacrificar um ano, pois há outras pessoas que estão a tratar da caça.

Estaria disposto a passar uma noite numa casa isolada, supostamente assombrada?
A minha presença neste tipo de moradias foi proibida pela Associação Espírita. Dizem que o meu mau aspecto consegue assustar os espíritos.

Você foi convidado para uma festa onde vão estar muitas pessoas fascinantes que nunca conheceu. Iria, se tivesse sozinho?
Isto é uma hipótese académica, pois eu não tenho vida e ninguém me convida para festas. Agora, se me convidassem, era capaz de ir, caso sentisse uma pulsão momentânea para fazer cocó em público.

Antes de fazer um telefonema, ensaia o que vai dizer?
Escrevo um discurso e mando-o por mail, para aprovação, ao tipo que escreve os discursos do George W. Bush.

Com que idade teve a sua primeira relação sexual?
Epá, com cabras conta?

Pensa que teria sido melhor ter esperado mais um pouco pela sua primeira experiência sexual?
Definitivamente devia ter deixado o parceiro habitual da cabra ter ido primeiro. É que levar com uma marrada por trás de um bode não é nada simpático (felizmente, o bode tinha má pontaria).

Ou ter começado mais cedo?
Também podia ser, porque o bode ainda não estava com tesão.

O sexo é o que imaginava que fosse?
Não. Julguei que a mulher levasse confétis e dissesse “Eu sou o teu período”, mas depois percebi que a Evax andou a fazer publicidade enganosa.

2 comentários:

Maninha disse...

Ninguém te convida p festas? Ainda há pouco tempo foste a uma festa de arromba acompanhado por duas colegas bloggers! Ninguém fez xixi e cócó em público, mas mesmo assim foi divertido LOL

Meteorologista amador disse...

Mau, então vás agora expor as não verdades, perdão, as invenções criativas que sustentam a personalidade decadente que cultivo aqui neste pardieiro?