sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Eterno retorno

A propósito da publicação da tese de mestrado de Joaquim Machado, o AO do passado dia 23 fala sobre a exigência de entrega de ratos mortos na Câmara de Ponta Delgada, como forma de combater esta praga no concelho no início do século XX. Passados cerca de cem anos, o AO de ontem noticia que uma rixa no Bairro das Laranjeiras (eufemismo para Bairro dos Canibais) obrigou ao destacamento para o local de todo o corpo policial da cidade, para acalmar os ânimos. Como forma de combate a esta nova praga, recomendo que a Câmara passe a exigir a entrega de canibais nos seus serviços. Não digo mortos, porque isso era ser desumano. Digo tão-somente empalados.

Sem comentários: