domingo, 16 de dezembro de 2007

azoreanbrides.com

Numa entrevista à Açores TSF/AO, o director dos serviços de pediatria do Hospital do Divino deteve-se sobre uma questão que tem uma importância capital nestas ilhas: fixação dos médicos. Julgava a minha pervertida mente que o clínico fosse enfatizar a necessidade de se liberalizar as bofetadas, mas não. As suas preferências centram-se noutro campo:
E a meu ver, só há uma maneira de fixar cá os pediatras, que é um indivíduo do continente casar com uma mulher de cá.

Levando em linha de conta estas preocupações, a Secretaria Regional dos Assuntos Sociais prepara-se para abrir um concurso público, tendo eu conseguido aceder, em primeira mão, ao respectivo anúncio que, em breve, surgirá na imprensa regional:

1 comentário:

Maninha disse...

Não está mal pensado, não senhor, nesta época de libelinhas...